Tudo sobre Social Media

Monte seu próprio infográfico do Facebook!

abril 29, 2011
Deixe um comentário

Um novo aplicativo do Facebook está dando o que falar. O “My Infographic” foi lançado e rapidamente se viralizou, gerando interesse contínuo entre os usuários da rede. Hoje, 86 mil perfis curtem a página do aplicativo.

A ferramenta gera um infográfico com algumas estatísticas interessantes do perfil de cada um como: número de amigos, porcentagem de homens e mulheres na lista, foto mais popular e melhores amigos.

O layout do infográfico é interessante e o aplicativo ainda “tagueia” seus melhores amigos da lista gerada, gerando um incentivo ao compartilhamento.

Veja a disposição dos dados na imagem:

Quer gerar seu infográfico do Facebook? Clique aqui!


Redes sociais ajudam a prender criminosos

As redes sociais vêm se tornando fortes aliadas na resolução de crimes. O compartilhamento de informações sigilosas, assim como pistas de contatos de criminosos e rastreamento de indivíduos são algumas das vantagens encontradas nas redes para ajudar em casos criminais.

Em matéria da UOL, foram dados alguns exemplos de criminosos que foram capturados com a ajuda do monitoramento on-line.

Conheça alguns casos curiosos:

“Rodney Knight, de 19 anos, invadiu uma casa, tirou uma foto de si mesmo ostentando o dinheiro roubado e postou no mural do Facebook da vítima. O dono da casa, que por sinal é jornalista, não hesitou em espalhar a foto por diversos veículos da imprensa. A polícia de Washington (EUA) não teve dificuldades em prendê-lo, pois era conhecido por outras ocorrências. Um dos policiais que ajudou na prisão classificou Rodney como o criminoso mais estúpido que já viu”

“Giselle Penagos foi atropelada pela própria prima, Melanie Snanopoulos (foto). E tudo por conta de ciúmes no Facebook. O caso aconteceu porque um rapaz, cobiçado pelas duas moças, aceitou um pedido de amizade virtual de Giselle, mas ignorou sumariamente o de Melanie. Irritada e fora de si, Melanie discutiu com sua prima dentro do carro, pediu para que ela descesse e a atropelou sem dó. Melaine declarou-se inocente em audiência na corte de Hempstead, Nova York. Ela foi liberada após o pagamento de US$ 10 mil de fiança.”

“Richard Leon Barton, morador do estado de Michigan (EUA) é acusado de bigamia, mas só foi descoberto graças ao Facebook. Ele publicou fotos de seu casamento mais recente, mas não sem antes bloquear a “outra” e mais antiga esposa, a qual havia conhecido em 2004, pela internet. A esposa ”original” achou estanho não conseguir acessar o perfil do marido. Passou então a buscar por referências nos perfis de contatos em comum. Foi quando encontrou as fotos do matrimônio paralelo. De acordo com as leis do Estado, se for condenado, o segundo casamento de Richard pode ser anulado.”

“Brian Westerfield foi tão estúpido, mas tão estúpido, que, logo após ter roubado um celular, atendeu a uma ligação de um suposto comprador para o aparelho. E, claro, quem poderia ligar já sabendo do roubo além da vítima e da polícia? Nesse caso, um policial se passou por comprador para ludibriar o ladrão e marcou um ponto de encontro para que pudesse “comprar” o aparelho. Brian foi ao encontro (sem suspeitar de nada) e só lá percebeu ser vítima de uma emboscada tentou correr. Mas foi facilmente capturado pelos policiais.”

“Um casal norte-americano foi parar atrás das grades porque a noiva publicou um foto no Facebook ostentando sua aliança de noivado. Detalhe: era roubada. Crystal Yamnitzky talvez não soubesse que seu noivo, Robert Driscoll, havia furtado à jóia, coberta de diamantes. A família do rapaz alegou que Crystal pedia constantemente o presente ao rapaz que, acuado e sem dinheiro, encontrou no roubo a saída para a situação. Resultado: os dois foram indiciados.”

“No começo do ano, Pradeep Manukonda enviou uma série de mensagens (virtuais e não virtuais) a Mark Zuckerberg, CEO do Facebook. Nos recados, Pradeep pedia ajuda a todo custo: “Por favor, me ajude, Mark. Eu estou muito cansado e exausto. Devo toda minha vida ao Facebook. Por favor, me ajude. Só assim estarei pronto para morrer por você”. Além disso, o perseguidor tentou entrar na sede do Facebook e rondou a residência do jovem empresário. Zuckerberg conseguiu uma ordem judicial para manter Pradeep pelo menos 200 metros longe dele próprio e de todos seus familiares.”

“História mal explicada: a empresa de Robert Dicks, ex-condenado por pedofilia, divulgou um anúncio com a imagem do Pedobear e com as iniciais CP. O problema é que o ursinho é usado na internet para tirar um sarro com pedófilos. Além disso, as iniciais CP podem significar “Child Pornography” (pornografia infantil, em português). Centenas de pessoas ligaram para sua empresa e reclamaram sobre a publicação. Dicks alega que não sabia do anúncio e que os responsáveis são os funcionários da empresa que o criou.”

“Ao invadir uma casa, Cody Wilkins, de 25 anos, foi descoberto pelo filho do dono, que gritou até o intruso sumir pulando a janela. A polícia foi acionada e, ao chegar, fez uma verificação nos cômodos. Qual não foi a surpresa quando os policiais avistaram um celular carregando na tomada de em um dos cômodos. Nem o aparelho, nem o carregador pertenciam a nenhum dos moradores, mas ao ladrão. Os policiais ligaram para o último número discado no aparelho e disseram que o dono havia sofrido um acidente. Assim, conseguiram todos os dados do ladrão e o prenderam.”

“Zachary Garcia deu uma busca no Google e descobriu que sua foto, a mesma que tirou para ilustrar a carteira de motorista, estava sendo divulgada como sendo a de um criminoso. A confusão aconteceu porque o verdadeiro suspeito de um crime de latrocínio (roubo seguido de morte), na cidade de Davenport, chama-se Zachery Garcia, com “e”. Segundo o jornal local, a troca de identidades teria ocorrido quando a delegacia da cidade divulgou o nome dos suspeito e confundiu as letras.”

(imagem ilustrativa)

“Uma senhora de 60 anos foi pega no aeroporto de Ben Gurion, em Israel, tentando contrabandear 44 iPhones. Ela escondia aparelhos embaixo da roupa. Segundo o jornal “Haaretz”, a mulher foi detida depois que scanners corporais acusaram os aparelhos escondidos pelo corpo todo, incluindo as meias. Ela voltava de Londres, Inglaterra. De acordo com os funcionários do aeroporto, a senhora fazia bastante esforço para andar, o que chamou a atenção de todos no local.”

“Rachel Ann Hicks, de 36 anos, mãe de três adolescentes, aliciou um garoto de 13 anos usando o serviço de chat da rede para games da Microsoft, a Xbox Live. Segundo a NBC, para cometer o crime, Rachel passou-se por uma jovem de 23 anos. Depois, o relacionamento aprofundou-se para troca de e-mails e conversas telefônicas. Em algumas das mensagens, Rachel enviou conteúdo pornográfico para seduzi-lo. Rachel está presa sob suspeita de estupro e pedofilia e não tem direito a fiança.”

“A estudante brasileira Mayara Petruso ficou conhecida depois de postar uma mensagem considerada preconceituosa no Twitter, após a vitória da então candidata à presidente Dilma Rousseff: “Nordestino [sic] não é gente. Faça um favor a SP: mate um nordestino afogado”. Mayara foi processada pelos crimes de racismo e incitação pública de ato delituoso, no caso, homicídio.”

“O inglês Amit Sharma, de 34 anos, foi preso depois de ficar rico vendendo roupas falsificas no site de compras virtuais mais famoso do mundo, o eBay. Segundo o jornal “Daily Mail”, no período de quatro anos, Sharma arrecadou mais de 1 milhão de Libras, a moeda vigente na Inglaterra, entre bens e imóveis (mais de R$ 2,6 milhões). Empregando mais de 30 codinomes diferentes para burlar a fiscalização, Sharma utilizou o eBay para distribuir pelo mundo peças de roupas de grifes famosas, como “Diesel” e “Abercrombie and Fitch”.”

 

“David Bradt, de 24 anos, confessou ter violentado quatro garotas menores idade na cidade de Colonie, em Nova York (EUA). Segundo a polícia local, ele as conheceu por meio da rede social Facebook, na qual reuniu mais de 700 contatos, a maioria de menores de idade. Segundo os dados divulgados pela polícia, as vítimas têm entre 15 e 16 anos. Ele foi condenado a 16 anos de prisão”.

 

“Paola Letizia – de 44 anos – não hesitou em chamar a polícia quando notou que sua casa virtual no jogo Pet Society havia sido violada. O ladrão roubou US$ 140 em mobílias, roupas e presentes que Paola dera a seu gato virtual de estimação, o “Blue Cat”. Aliás, o bichano foi à única coisa que ele não levou. O Pet Society é um dos jogos mais populares do Facebook e reúne cerca 12 milhões de usuários. Apesar de o roubo virtual não configurar crime previsto em lei, o ladrão ainda pode ser enquadrado por ter invadido as contas de e-mail e Facebook de Paola.”

Um taxista da cidade de Nottingham, na Inglaterra, perdeu o emprego depois de divulgar no Youtube filmagens comprometedoras de seus passageiros. Colin Hedley usou a câmera de segurança do táxi para captar confissões e, segundo ele, expor “o tipo de pessoa que sai à noite para infringir a lei ou ser infiel”. Hedley chegou a postar quatro vídeos na rede. Todos eles expõem conversas íntimas de seus passageiros sobre sua vida pessoal ou situações constrangedoras.”

 

O que você pensa a respeito da ajuda das redes sociais para a justiça? Deixe seu comentário!

 

FonteUOL

 


Estudo revela que o uso das redes sociais aumenta produtividade no ambiente corporativo

fevereiro 24, 2011
Deixe um comentário

 

Universidade de Melbourne realizou uma pesquisa a fim de verificar a produtividade dos funcionários de empresas que utilizam redes sociais para fins pessoais durante a jornada de trabalho.

Diferente do que se pensava, o estudo revelou que os funcionários com este perfil mostram-se 9% mais produtivos em relação aos trabalhadores desligados das redes. A porcentagem de funcionários que utiliza redes como Facebook, Orkut e Twitter ficou em 70% em relação aos que não utilizam (30%).

O estudo englobou além das redes, o acesso a sites de notícias, procura por informações online, games e acesso a vídeos no YouTube. De acordo com Brent Coker, do departamento de marketing da universidade, “as pessoas precisam relaxar um pouco para ter de volta sua concentração”.

Desta forma, fica claro que não há motivo para que as empresas invistam milhões em bloqueadores de acesso a sites e redes incompatíveis ao sistema de trabalho. De qualquer forma, é bom ressaltar que os funcionários do estudo dedicam no máximo um quinto de seu turno de trabalho para o acesso destas redes. As pessoas que tendem a abusar da internet e até os viciados ficam excluídos das pesquisas, e merecem a atenção das empresas para que abusos sejam evitados. Coker afirmou que “aqueles que têm tendências ao vício de internet terão níveis de produtividade menores”.


Iniciativa em Nova Iorque estimula moradores de rua a utilizar o Twitter

fevereiro 22, 2011
Deixe um comentário

Uma iniciativa bastante incomum teve início no mês de Fevereiro em Nova Iorque. A “Underneath in New York” foi criada visando criar uma comunicação entre as pessoas que mais precisam. O número de moradores de rua em Nova Iorque for estimado em 34% em relação a população total (durante o período de Jan. 2009 a Jan. 2010). Quatro moradores foram escolhidos para receber celulares pré-pagos e contas no Twitter. São eles:

Um site oficial foi criado para transmitir as novidades do projeto, assim como o número de seguidores que resolvem suportar a causa dos 4 moradores. A página web funciona como um blog, onde as principais novidades são postadas diariamente. O site incentiva principalmente o espírito de equipe e a solidariedade entre os moradores de Nova Iorque. A mensagem mais comum é “inspire-se e ajude os moradores de rua que vivem na sua área”.

 

Para poder “twittar” corretamente, os moradores receberam um treinamento básico  a respeito da interface da rede e dos próprios aparelhos de celular. O projeto foi desenvolvido por 3 estudantes, Rosemary Melchior, Robert Weeks e Willy Wang.

 

“Underneath in New York” não possui nenhum vínculo com abrigos ou com o governo, mas tem como objetivo fazer com que a população geral de Nova Iorque compreenda melhor os moradores de rua e ajude voluntários ou abrigos. O NYC Rescue Mission, um dos muitos abrigos de Nova Iorque, ajudou a iniciativa a selecionar os quatro moradores.

 

Os quatro selecionados são apenas o piloto do projeto, que pretende ser ampliado com mais participantes e diversas contas no Twitter. O encerramento do projeto acontecerá quando os contratos dos 3 estudantes (e também estagiários da BHH) expirar. A agência de Nova Iorque é a financiadora do projeto que teve uma pequena despesa de 1.000 dólares (aproximadamente R$1.700,00). Mesmo com a certeza do término do projeto, os fundadores deixaram explícita a vontade de alguma empresa abraçar a causa e realizar um projeto similar em grande escala.

A iniciativa completa 20 dias hoje e pode ser um pouco mais explorada por meio do vídeo divulgado. A história dos moradores e as principais novidades estão no site oficial do projeto.

 

Confira o vídeo de divulgação abaixo:

 


Infográfico: Facebook em 2010

fevereiro 14, 2011
Deixe um comentário


O infográfico acima, montado pelo Social Bankers, traz as estatísticas e informações mais interessantes a respeito do Facebook durante 2010.

 

A começar pelo número de usuários cadastrados, temos um grande salto durante o ano. O número de registros subiu de 337 milhões (jan/2010) para 585 milhões (dez/2010), alcançando uma média de 7,9 registros por segundo! No caso dos países onde a rede é mais popular, temos os Estados Unidos na liderança, seguido por Indonésia, Reino Unido, Turquia e França. O Brasil (ainda) não faz parte dos dez primeiros colocados.

Já na divisão por idade, temos a faixa etária de 18 a 24 anos como campeã, seguida por usuários entre 25 e 34 anos. Os quarentões (35 a 44 anos) ficam em terceiro lugar no ranking.

 

Marcas

Quais empresas foram mais populares durante o ano? A lista do infográfico exibe as 10 primeiras colocadas. São elas: Coca-ColaStarbucksOreoDisneyRed BullSkittlesConverse All Star, Victoria’s SecretConverse iTunes. A somatória de novos fãs das marcas populares  resultou em 115 milhões de usuários, com destaque para a Coca-Cola que passou o ano ganhando 4 novos fãs por segundo.

 

Celebridades

As celebridades mais comentadas são Michael JacksonLady GagaBob Marley e Barack Obama. O destaque de crescimento ficou por conta do pequeno Justin Bieber, que apresentou crescimento de 1289% durante 2010.

 

Continue acompanhando o Tudo Sobre Marketing Digital e fique por dentro das estatísticas mais importantes do meio digital.

 


Publicado em Uncategorized

Twitter e o uso corporativo

novembro 24, 2009
Deixe um comentário

Segundo estudo sobre o Twitter e o uso corporativo, realizado pelo IDig em parceria com o consultor Claudio Torres, as empresas estão tendo um resultado positivo na comunicação da sua marca com seus consumidores via Twitter.

O Twitter é a mídia social que mais cresce no mundo e tem se destacado nesses últimos tempos. Devido ao seu formato o twitter é uma rede social de contato direto com o consumidor, mensagens curtas (140 caracteres) e o usuário que escolhe quem quer seguir.

O Twitter no Brasil atinge 15% dos internautas e tem forte presença entre as a classes A e B, sendo um importante influenciador das mídias sociais.

O presença das empresa brasileiras no Twitter ainda é pequeno, mas a presença na rede social é de extrema importância para a construção da marca e de um canal de diálogo com os consumidores.

A pesquisa foi realizada com 50 marcas de relevância nacional, de oito setores econômicos, durante 35 dias.

Seguem alguns resultados apresentados pela pesquisa sobre empresas e sua participação no Twitter:

42% das empresas entrevistadas tem perfil no Twitter e postam em média 5 mensagens por dia;

–  dentro do período analisado os consumidores lideram as conversas e produzem em cerca de 2.600 mensagens  diárias sobre as marcas;

– os usuários no Twitter geralmente compartilham experiências de consumo e opiniões sobre as marcas;

– empresas dos setores automotivo e de telefonia tem maior presença no Twitter;

– empresas com maior penetração (mensagens postadas pelas marcas e consumidores) são dos setores de bebidas, telefonia e financeiro;

as empresas mais comentadas no Twitter são Coca-Cola, Tim, Telefônica, General Motors e Natura;

– a propagação média das mensagens no twitter, dentre os setores analisados, é em média 11,2%;

– 1 em cada 600 mensagens postadas no Twitter do Brasil menciona uma das 50 marcas analizadas.

Antes de criar uma perfil corporativo no Twitter é preciso de uma estratégia de marketing digital integrada, pois de nada adianta criar um perfil e não movimentar ou encher o seguidor de mensagens indesejadas e sem finalidade.

Esteja presente nas redes sociais de forma relevante e tenha seguidores qualificados!


Adtech NY: Dicas de Social Media

novembro 6, 2009
Deixe um comentário

O maior evento de marketing digital do mundo a AdTech, acontece do dia 4 a 6 de novembro em Nova York e traz as novidades e tendências do Marketing Digital com os melhores profissionais do mercado.

Durante o evento debates  sobre comercialização das mídias sociais, tendências do social media e cases de sucesso foram apresentados.

Geoff Ramsey, CEO and Co-Fundador da eMarketer, especialista em mídias digitais moderou um painel sobre esse mercado de social media, junto a outros profissionais de renome.

As dicas para sucesso no twitter apresentada no painel sobre social media na Adtech foram: Ouça os consumidores, crie valor, recrute os defensores da sua marca e alcance influenciadores.

A Media Factory está com uma equipe acompanhando as dicas e novidades do marketing digital diretamente da Adtech e Leandro Kenski, CEO da Media Factory, durante a palestra de social media concluiu que “SMO (Social Media Optimization) está no centro de tudo. Com o advento das buscas sociais pelo Google, Social Media Marketing fica ainda mais importante.”

Acompanhe também o TWITTER – @MFwebmarketing com os nossos representantes direto da Adtech.


Estratégias para redes sociais e mercado móvel de massa

novembro 3, 2009
Deixe um comentário

Segundo pesquisa realizada pela Accenture, as estratégias em redes sociais e mobilidade estão cada vez mais ganhando espaço dentro dos planejamentos das empresas.

pesquisa sobre mídias sociais e mobilidade apontou que 84% das empresas esperam obter receitas significativas com publicidade em celulares e 73% esperam obter retorno com ações dentro das mídias sociais, dentro de cinco anos.

Mais alguns dados revelados com a pesquisa sobre mídias sociais e mobilidade:

– 57% das empresas estimam lucrar com as mídias sociais no periodo 1 a 3 anos; 40% das empresas estimam lucrar com as mídias sociais no periodo de mais 3 anos e apenas 18% das empresas preveem lucro depois de 5 anos;

– 55% das empresas apontam o mercado móvel de massa com grande potencial de crescimento para os próximos 3 anos.

Em ações nas mídias sociais e ações de mobilidade é indispensável entender o consumidor e sua forma de consumo e assim definir uma ação segmentada que gere receita significativa.

A expectativa é que em 2015 o mundo tenha um total de 2,25 bilhões de computadores; 5,4 bilhões de celulares e cerca de 1 trilhão de aparelhos conectados no mundo.

Fonte:  TIinside Online


Relacionamentos nas redes sociais, estudo Conectimídia do Ibope.

outubro 9, 2009
Deixe um comentário

O estudo Conectimídia, do Ibope, sobre o consumidor e seus hábitos de consumo na era da convergência apontou que mais de 20 milhões de pessoas usam algum tipo de rede social e novos usuários aderem as redes sociais diariamente.

O Twitter é a rede social do momento e vem crescendo a cada dia. Entre junho de 2009 e junho de 2009 a ferramenta de microblogging, Twitter, apresentou um crescimento de 280% entre usuários residenciais. Os Brasileiros são os internautas que passam mais tempo no Twitter, navegando em média 36 minutos (acesso de casa ou trabalho).

As redes sociais fazem parte da rotina dos jovens usuários, é por esse meio que utilizam para falar com amigos, família e até colegas de trabalho ao invés de falar pessoalmente.

Ações em redes sociais segmentadas tem um alcance maior e um retorno positivo.  Pense nisso e interaja com seu público na internet.

Para maiores informações acesse o estudo do Ibope: Conectimídia.



Público feminino se destaca nas Redes Sociais

outubro 5, 2009
Deixe um comentário

O público feminino domina as redes sociais, segundo levantamento do site InformationIsBeautiful.net com auxilio da ferramenta Google Ad Planner.

Segundo o levantamento, para saber qual é o principal público nas redes sociais onde 17 redes sociais participaram, em das 12 redes sociais o público feminino se destaca com mais de 54% de presença.

Veja a tabela dos sites de redes sociais s e seu público:

publico feminino se destaca com maior audiencia em sites de redes sociais

A rede social com mais cadastros feminino é a Bebo com 68% do público presente.

Já as redes sociais com igualdade entre público feminino e masculino são LinkedIn, YouTube, DeviantART e del.icio.us. O público masculino só lidera o Digg com 64%.

Segundo a tabela do público presente nas redes sociais: o Hi5 possui 54 % do público feminino;  no Flickr 55% dos usuários são mulheres; no Twitter e Facebook 57% do público presente são mulheres; no Ning 59% são mulheres; nas redes sociais Myspace, Buzznet e Tagget 64% é público feminino.

Com uma estratégia de planejamento em redes sociais definida e alinhada ao público alvo, sua ação terá retorno garantido.

Fonte: IDG NOW!


Próxima Página »